00:0000:00
Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo

Stanislaw Skrowaczewski regente

Anton BRUCKNER

Sinfonia nº 4 em Mi Bemol Maior, WAB 104 - Romântica

- Scherzo e Trio

Gravado em novembro de 2014 na Sala São Paulo
“A Sinfonia nº 4 é marcada por ritmos formados pela sobreposição de motivos binários e ternários (às vezes chamados de brucknerianos), que remetem a danças camponesas. Foi a primeira de suas sinfonias a ser escrita em tonalidade maior e é também mais ousada harmonicamente do que suas obras anteriores. Alternando passagens em maior e em menor, além de súbitas modulações enarmônicas ou cromáticas, obtém um efeito sonoro que remete à técnica pictórica do chiaroscuro (luz e sombra).
Bruckner acrescenta à sua Sinfonia nº 4 o subtítulo programático Romântica, por alusão ao romance medieval e a sentimentos bucólicos [...].”
Trecho da nota de programa de Silvia Ocougne publicada na edição de outubro da Revista Osesp 2014.
00:0000:00
Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo

Stanislaw Skrowaczewski regente

Anton BRUCKNER

Sinfonia nº 4 em Mi Bemol Maior, WAB 104 - Romântica

- Finale

Gravado em novembro de 2014 na Sala São Paulo
“A Sinfonia nº 4 é marcada por ritmos formados pela sobreposição de motivos binários e ternários (às vezes chamados de brucknerianos), que remetem a danças camponesas. Foi a primeira de suas sinfonias a ser escrita em tonalidade maior e é também mais ousada harmonicamente do que suas obras anteriores. Alternando passagens em maior e em menor, além de súbitas modulações enarmônicas ou cromáticas, obtém um efeito sonoro que remete à técnica pictórica do chiaroscuro (luz e sombra).
Bruckner acrescenta à sua Sinfonia nº 4 o subtítulo programático Romântica, por alusão ao romance medieval e a sentimentos bucólicos [...].”
Trecho da nota de programa de Silvia Ocougne publicada na edição de outubro da Revista Osesp 2014.
00:0000:00
Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo

Stanislaw Skrowaczewski regente

Anton BRUCKNER

Sinfonia nº 4 em Mi Bemol Maior, WAB 104 - Romântica

- Andante Quasi Allegretto

Gravado em novembro de 2014 na Sala São Paulo
“A Sinfonia nº 4 é marcada por ritmos formados pela sobreposição de motivos binários e ternários (às vezes chamados de brucknerianos), que remetem a danças camponesas. Foi a primeira de suas sinfonias a ser escrita em tonalidade maior e é também mais ousada harmonicamente do que suas obras anteriores. Alternando passagens em maior e em menor, além de súbitas modulações enarmônicas ou cromáticas, obtém um efeito sonoro que remete à técnica pictórica do chiaroscuro (luz e sombra).
Bruckner acrescenta à sua Sinfonia nº 4 o subtítulo programático Romântica, por alusão ao romance medieval e a sentimentos bucólicos [...].”
Trecho da nota de programa de Silvia Ocougne publicada na edição de outubro da Revista Osesp 2014.
00:0000:00
Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo

Stanislaw Skrowaczewski regente

Anton BRUCKNER

Sinfonia nº 4 em Mi Bemol Maior, WAB 104 - Romântica

- Bewegt - Nicht zu Schnell

Gravado em novembro de 2014 na Sala São Paulo
“A Sinfonia nº 4 é marcada por ritmos formados pela sobreposição de motivos binários e ternários (às vezes chamados de brucknerianos), que remetem a danças camponesas. Foi a primeira de suas sinfonias a ser escrita em tonalidade maior e é também mais ousada harmonicamente do que suas obras anteriores. Alternando passagens em maior e em menor, além de súbitas modulações enarmônicas ou cromáticas, obtém um efeito sonoro que remete à técnica pictórica do chiaroscuro (luz e sombra).
Bruckner acrescenta à sua Sinfonia nº 4 o subtítulo programático Romântica, por alusão ao romance medieval e a sentimentos bucólicos [...].”
Trecho da nota de programa de Silvia Ocougne publicada na edição de outubro da Revista Osesp 2014.
December 22, 2014

Acervo Osesp | Ozéas Arantes

Watch Now:
O paranaense Ozéas Arantes, primeiro trompista da Osesp, deixa neste ano a Orquestra após quase 40 anos de dedicação. O trompista, que entrou para o naipe em 1977, fala em depoimento para o Acervo Oral: “Me sinto bem quando olho pra traz e vejo que vivi a minha vida tocando música”.

O Acervo Osesp | História Oral reúne depoimentos de solistas, regentes e compositores que se apresentam com a Osesp, além de relatos de nossos próprios artistas e funcionários. São registros históricos, acessíveis gratuitamente.
December 17, 2014

Acervo Osesp | Nelson Freire

Watch Now:
O pianista Nelson Freire, que completou 70 anos em 2014, fala em entrevista sobre a sua vida e sobre pessoas que admira. 

O Acervo Osesp | História Oral reúne depoimentos de solistas, regentes e compositores que se apresentam com a Osesp, além de relatos de nossos próprios artistas e funcionários. São registros históricos, acessíveis gratuitamente.
December 17, 2014

Acervo Osesp | Nelson Freire

00:0000:00
Nelson Freire por James McMillan

O pianista Nelson Freire, que completou 70 anos em 2014, fala em entrevista sobre a sua vida e sobre pessoas que admira.

O Acervo Osesp | História Oral reúne depoimentos de solistas, regentes e compositores que se apresentam com a Osesp, além de relatos de nossos próprios artistas e funcionários. São registros históricos, acessíveis gratuitamente.
00:0000:00
Osesp, em parceria com a rádio CBN, veiculou o Minuto Osesp, uma breve narrativa sobre alguma obra que a Orquestra irá interpretar na semana, na Sala São Paulo, ilustrada por trechos musicais. Essa é mais uma iniciativa da Fundação Osesp para colocar a música clássica perto de você.

Escute a narrativa sobre o “Carmina Burana” de Carl Orff.

Roteiro: Leandro Oliveira

Narração: Mônica Waldvogel
00:0000:00
Osesp, em parceria com a rádio CBN, veiculou o Minuto Osesp, uma breve narrativa sobre alguma obra que a Orquestra irá interpretar na semana, na Sala São Paulo, ilustrada por trechos musicais. Essa é mais uma iniciativa da Fundação Osesp para colocar a música clássica perto de você.

Escute a narrativa sobre o “Bachianas Brasileiras nº 2” de Heitor Villa-Lobos.

Roteiro: Leandro Oliveira

Narração: Mônica Waldvogel
00:0000:00
Osesp, em parceria com a rádio CBN, veiculou o Minuto Osesp, uma breve narrativa sobre alguma obra que a Orquestra irá interpretar na semana, na Sala São Paulo, ilustrada por trechos musicais. Essa é mais uma iniciativa da Fundação Osesp para colocar a música clássica perto de você.

Escute a narrativa sobre o “O Mandarim Miraculoso, Op.19” de Béla Bartók.

Roteiro: Leandro Oliveira

Narração: Mônica Waldvogel

Load more